Avisos

Revogação da Proclamação Presidencial 10014

26 Fevereiro, 2021

No dia 24 de fevereiro de 2021, o presidente Biden revogou a Proclamação Presidencial (PP) 10014, intitulada "Proclamação que suspende a entrada de imigrantes que representam um risco para o mercado de trabalho dos EUA, durante o período de recuperação económica, após o surto de COVID-19". Os requerentes de visto de imigrante que tenham sido afetados por esta proclamação devem verificar as instruções disponíveis em https://travel.state.gov/content/travel/en/News/visas-news/rescission-of-presidential-proclamation-10014.html.

Proclamações Presidenciais sobre o Novo Coronavírus

4 Fevereiro, 2021

A entrada de cidadãos estrangeiros que estiveram presentes num dos países listados abaixo nos 14 dias anteriores à sua entrada, ou tentativa de entrada nos Estados Unidos, está suspensa de acordo com as proclamações presidenciais 9984, 9992, 9993, 9996 e 10041, esta última emitida no dia 25 de janeiro:

  • África do Sul;
  • Brasil;
  • Reino Unido, Irlanda do Norte, excluindo países fora do território Europeu;
  • República da Irlanda;
  • Os 26 países que compõem o espaço Schengen (Áustria, Bélgica, República Checa, Dinamarca, Estônia, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Holanda, Noruega, Polônia, Portugal, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Suécia e Suíça);
  • Irão
  • República Popular da China, sem incluir as Regiões Administrativas Especiais de Hong Kong e Macau.

Existem algumas exceções à suspensão da entrada, incluindo para residentes permanentes legais nos EUA e certos familiares de cidadãos americanos e de residentes permanentes legais, entre outras exceções listadas nas proclamações. Se reside, viajou recentemente ou pretende transitar ou viajar pelos países referidos acima, antes da viagem planejada para os Estados Unidos, recomendamos que adie a sua entrevista de pedido visto até 14 dias após a sua saída do país em questão. Além disso, se tiver sintomas semelhantes aos da gripe ou se acredita ter sido exposto ao novo coronavírus, é altamente recomendável que adie a sua entrevista por pelo menos 14 dias.

Para informações adicionais, por favor visite o link: https://travel.state.gov/content/travel/en/News/visas-news/presidential-proclamation-coronavirus.html

Extensão na validade da taxa de pedido de visto

4 Fevereiro, 2021

O Departamento de Estado dos Estados Unidos entende que muitos requerentes pagaram a taxa de pedido de visto (MRV) e ainda estão à espera de poder marcar a sua entrevista. Estamos trabalhando diligentemente para restabelecer as operações da maneira mais rápida e segura possível. Enquanto isso, informamos que a Missão Diplomática dos Estados Unidos estenderá a validade da sua taxa de pedido de visto (também conhecida como taxa MRV) até o dia 30 de Setembro, 2022, a fim de garantir a todos os requerentes que foram impossibilitados de marcar e/ou estarem presentes na sua entrevista, devido à suspensão dos serviços consulares, que tenham a oportunidade de marcar e/ou ir a uma entrevista para obtenção de visto com sua taxa já paga. Por favor, continue acompanhando neste site todas as informações sobre quando retomaremos a nossa rotina de operações de visto.

Rescisão das Proclamações Presidenciais 9645 e 9983

4 Fevereiro, 2021

No dia 20 de Janeiro de 2021, o Presidente Biden assinou uma Proclamação Presidencial intitulada "Acabando com as Proibições Discriminatórias para Entrada nos Estados Unidos". Essa proclamação acaba com as restrições de viagem sob as Proclamações Presidenciais 9645 e 9983 que suspenderam a entrada nos Estados Unidos de certos cidadãos, com base no tipo de visto, nomeadamente de Myanmar, Eritreia, Irão, Quirguistão, Líbia, Nigéria, Coreia do Norte, Somália, Sudão, Síria , Tanzânia, Venezuela e Iêmen. Para informações adicionais, por favor visite o link: https://travel.state.gov/content/travel/en/News/visas-news/rescission-of-presidential-proclamations-9645-and-9983.html

CDC Expande Requisito de Teste de COVID-19 Negativo para Todos os Passageiros Aéreos para os Estados Unidos.

2 Fevereiro, 2021

A partir de 26 de Janeiro, o Centro de Controle e Prevenção de Doença (CDC) exigirá que todos os passageiros aéreos entrando nos Estados Unidos apresentem um teste negativo de COVID-19 (um teste de detecção viral para SARS-CoV 2 aprovado ou autorizado pela autoridade nacional relevante) feito dentro das 72 horas antes da partida. As companhias aéreas devem confirmar o resultado negativo do teste de todos os passageiros antes do embarque. As companhias aéreas devem recusar o embarque de passageiros que não fornecerem a documentação de um teste negativo ou em recuperação. Este requisito é separado do processo de pedido de visto. Todas as Proclamações Presidenciais que restringem viagens devido ao COVID-19 permanecem em vigor e continuam a ser aplicadas aos viajantes em potencial, independentemente dos resultados do seu teste ou status de vacinação. Viajantes que possuem a Exceção de Interesse Nacional também estão sujeitos a todos os requisitos aplicáveis de teste pré-partida. Para informações sobre isenções do requisito de teste, por favor consulte as informações específicas do seu país fornecidas nos links do site disponíveis na tabela abaixo:

Ireland:
https://ie.usembassy.gov/covid-19-information/

Israel:
https://il.usembassy.gov/covid-19-information/

Italy:
https://it.usembassy.gov/covid-19-information/

Jamaica:
https://jm.usembassy.gov/covid-19-information-jamaica/

Kenya:
https://ke.usembassy.gov/covid-19-information/

Kosovo:
https://xk.usembassy.gov/coronavirus/

Mexico:
https://mx.usembassy.gov/u-s-citizen-services/covid-19-information/

Netherlands:
https://nl.usembassy.gov/covid-19-information-3/

North Macedonia:
https://mk.usembassy.gov/covid-19-information/

Paraguay:
https://py.usembassy.gov/covid-19-information-2/

Peru:
https://pe.usembassy.gov/covid-19-information/

Portugal:
https://pt.usembassy.gov/covid-19-information/

Rwanda:
https://rw.usembassy.gov/health-alert-covid-19-information/

Senegal:
https://sn.usembassy.gov/covid-19-information/

Serbia:
https://rs.usembassy.gov/serbia-covid-19-information/

South Africa:
https://za.usembassy.gov/covid-19-information-2/

Spain:
https://es.usembassy.gov/covid-19-information/

Tanzania:
https://tz.usembassy.gov/covid-19-information/

Trinidad and Tobago:
https://tt.usembassy.gov/covid-19-information/

Turkey:
https://tr.usembassy.gov/covid-19-information-2/

Uganda:
https://ug.usembassy.gov/covid-19-information-page/

United Arab Emirates:
https://ae.usembassy.gov/u-s-citizen-services/covid-19-information/

United Kingdom:
https://uk.usembassy.gov/covid-19-coronavirus-information/

Uruguay:
https://uy.usembassy.gov/covid-19-information/

Zambia:
https://zm.usembassy.gov/covid-19-information-2/

Perguntas e Respostas sobre o “Requisito de Teste Negativo de COVID-19”:

P: E os pais americanos viajando para o exterior para realizar adoções internacionais?

R: Cidadãos dos EUA realizando adoções no exterior devem revisar as orientações do CDC sobre viagens para os Estados Unidos, pois elas aplicam-se a pais e filhos.

P: O Departamento de Estado vai começar a exigir comprovação de vacinação de COVID-19 ou de teste para requerentes de visto?

R: Não temos alterações nos requisitos de visto a serem anunciados no momento. Informações sobre as vacinas necessárias para requerentes de visto de imigrante podem ser encontradas em nosso site:https://travel.state.gov/content/travel/en/us-visas/immigrate/the-immigrant-visa-process/step-10-prepare-for-the-interview/medical-examination-faqs.html.

P: Dado que o CDC começou a exigir testes negativos para entrar nos Estados Unidos, os estrangeiros vacinados ou um teste negativo poderão obter um visto/entrar nos Estados Unidos, mesmo que normalmente fossem restringidos por uma das Proclamações Presidenciais? Se um estrangeiro obtiver uma Exceção de Interesse Nacional, ficará isento do requisito de teste negativo?

R: Todas as Proclamações Presidenciais que restringem viagens devido ao COVID-19 permanecem em vigor e continuam a ser aplicadas aos viajantes em potencial, independentemente dos resultados dos testes ou estado de vacinação. Os viajantes com Exceção de Interesse Nacional também permanecem sujeitos a todos os requisitos de teste pré-embarque aplicáveis. Para obter mais informações sobre os requisitos de teste, pedimos que consulte o  Centro de Controle e Prevenção de Doenças.

P: Se os seus funcionários agora estão sendo vacinados, os serviços de visto serão retomados em todos os Consulados?

R: A saúde e a segurança dos nossos funcionários e clientes continuam sendo fundamentais. As Embaixadas e Consulados dos EUA estão trabalhando para retomar a rotina dos serviços de visto local por local, de acordo com dados de saúde pública e condições locais. Só retomaremos todos os serviços em todo o mundo quando for seguro e apropriado fazê-lo. Consulte o site de cada Embaixada ou Consulado dos EUA para obter informações sobre o status operacional e os serviços oferecidos atualmente.

As nossas Embaixadas e Consulados implementaram medidas de proteção para manter a equipe e os clientes seguros, incluindo a implementação de distanciamento físico nas nossas salas de espera, marcando menos entrevistas de cada vez, desinfecção frequente de áreas de alto contato e seguindo os regulamentos locais de saúde e segurança. Essas medidas de proteção necessárias reduziram temporariamente a capacidade de processamento de vistos em muitos de nossos Consulados, exigindo que eles priorizassem os casos mais urgentes e de missão crítica. A fim de proteger a saúde e a segurança dos requerentes de visto, essas medidas permanecerão em vigor mesmo depois que todos os nossos funcionários terem recebido as vacinas de COVID-19.

P: Há relatos de estrangeiros viajando para a Flórida para receber vacinas. Isso é permitido por lei?

R: Procurar tratamento médico nos Estados Unidos é uma finalidade de viagem permitida para pessoas com visto de visitante válido; você pode encontrar mais informações em: https://travel.state.gov/content/travel/en/us-visas/tourism-visit/visitor.html. Para questões relacionadas com a entrada nos Estados Unidos sob o Programa de Isenção de Visto, pedimos que consulte o Departamento de Segurança Interna.

Para questões relacionadas à elegibilidade de indivíduos para receber a vacina nos Estados Unidos como parte de um grupo prioritário, pedimos que consulte as autoridades de saúde locais.

P: O que acontecerá aos cidadãos americanos ou estrangeiros que apresentarem resultados negativos falsos ou ilegítimos no teste COVID para tentar entrar nos Estados Unidos?

R: De acordo com o pedido do CDC, os viajantes devem apresentar um resultado de teste documentado e verificável à sua companhia aérea para viajar. Indivíduos que tenham fornecido resultados de teste falsos ou ilegítimos podem ter o embarque e/ou entrada nos Estados Unidos negados. Pedimos que consulte o CDC, Departamento de Segurança Interna e Departamento de Transportes para obter informações sobre a implementação.

P: Os viajantes poderão solicitar isenções do CDC (exceções) do requisito de teste para emergências ou razões humanitárias em embaixadas e consulados?

R: Isenções do requisito de teste podem ser concedidas pelo CDC numa base extremamente limitada, caso a caso, numa viagem de emergência extraordinária, como uma evacuação médica de emergência, ocorrer para preservar a saúde ou segurança de alguém, e o teste não poder ser concluído antes da viagem . Os indivíduos que acreditam atender aos critérios encontrarão informações sobre como solicitar uma isenção de emergência no site da Embaixada ou Consulado dos EUA mais próximo. Não há isenções disponíveis por meio desse processo para indivíduos com teste positivo para COVID-19.

P: Se eu for vacinado, devo apresentar um teste de COVID negativo para viajar para os Estados Unidos? Porquê?

R: Todos os passageiros com dois anos ou mais estão sujeitos ao pedido, mesmo aqueles que receberam a vacina de COVID-19. Para perguntas sobre os requisitos de teste, recomendamos que consulte o CDC, que contém informações sobre o Requerimento de Comprovação de Teste Negativo de COVID-19 ou Recuperação do COVID-19 para Todos os Passageiros Aéreos Entrando nos Estados Unidos e Perguntas Mais Frequentes Sobre a Vacinação de COVID-19..

Informações Urgentes sobre o novo coronavírus para Requerentes de Visto

16 Setembro, 2020

Devido a pandemia global de COVID-19, o Governo dos Estados Unidos impôs restrições e requisitos que podem afetar as viagens para os Estados Unidos. Por favor, reveja as informações abaixo antes de agendar ou comparecer a uma entrevista relacionada ao visto.

Proclamações Presidenciais sobre o Novo Coronavírus

Extensão na validade da taxa de visto

CDC Expande Requisito de Teste de COVID-19 Negativo para Todos os Passageiros Aéreos viajando aos Estados Unidos.

Rescisão das Proclamações Presidenciais 9645 e 9983

Revogação da Proclamação Presidencial 10014


Atualizações sobre Viagens e Vistos para os EUA.

Para obter as informações mais recentes do Departamento de Estado dos EUA sobre questões de visto e viagens, por favor visite: https://travel.state.gov/content/travel/en/News/visas-news.html.

Covid-19 - Serviços e restrições de vistos

21 Maio, 2020

Em resposta aos significativos desafios mundiais relacionados à pandemia do COVID-19, o Departamento de Estado suspendeu temporariamente a rotina dos serviços de visto em todas as Embaixadas e Consulados dos EUA. As Embaixadas e Consulados cancelaram em 20 de Março de 2020 todas as entrevistas rotineiras de visto para imigrantes e não-imigrantes, mas continuará a fornecer serviços para vistos emergenciais e de missão crítica, de acordo com os recursos e as condições locais permitidas. Retomaremos as rotinas de serviços de visto o mais rápido possível, mas não podemos fornecer uma data específica no momento. Consulte estes avisos que contêm informações detalhadas sobre o status atual dos serviços de visto em todo o mundo e as restrições de visto relacionadas à pandemia global do COVID-19: https://travel.state.gov/content/travel/en/traveladvisories/ea/covid-19-visa-services-and-restrictions.html.

Informação para requerentes de visto relativa ao novo coronavirus

31 Março, 2020

Desde 19 de março, a Embaixada dos Estados Unidos em Praia está a cancelar as entrevistas de vistos de imigrantes e de não-imigrantes. Retomaremos os serviços rotineiros de visto o mais rápido possível, mas não podemos fornecer uma data específica de quando, neste momento. A taxa MRV é válida e pode ser usada para o requerimento de um visto no país onde foi paga, no prazo de um ano a partir da data do pagamento. Se tiver um assunto urgente e precisa viajar imediatamente, siga as orientações fornecidas em https://ais.usvisa-info.com/pt-cv/niv/information/faqs#need_earlier_appt para pedir uma entrevista urgente.

Extensão da Validade de Passaportes Venezuelanos

12 Junho, 2019

A partir de 7 de Junho de 2019, o Departamento de Estado reconhece que passaportes Venezuelanos emitidos previamente e “prorrogas” foram estendidos por decreto pelo presidente interino da Venezuela Guaido para cinco anos adicionais após a data de expiração impressa. Passaportes apresentados como válidos por esse decreto serão aceitos para vistos e outros serviços consulares.